Blog

14 MAR
Compartilhe

O que você precisa saber sobre o Coronavírus

O que você precisa saber sobre o Coronavírus

"Um novo Coronavírus chinês, primo do vírus da SARS, infectou centenas de pessoas desde o início do surto em Wuhan , na China, em dezembro. O cientista Leo Poon, virologista da Escola de Saúde Pública da Universidade de Hong Kong, que primeiro decodificou o vírus, acredita que esse teve origem em um animal e se espalhou para os seres humanos.

"O que sabemos é que causa pneumonia e, em seguida, não responde ao tratamento com antibióticos, o que não é surpreendente", disse Poon.

Não está claro o quão mortal o Coronavírus de Wuhan será, mas as taxas de mortalidade atualmente são mais baixas que o MERS e o SARS. Os especialistas enfatizam que isso mudará à medida que o surto se desenvolver.A Organização Mundial da Saúde ofereceu orientação aos países sobre como eles podem se preparar para isso, incluindo como monitorar os doentes e como tratar os pacientes. Aqui está o que você deve saber sobre os Coronavírus.

O que é um Coronavírus?

O Coronavírus é um grupo de vírus que comum entre os animais. Em casos raros, ele é o que os cientistas chamam de zoonótico, o que significa que pode ser transmitido de animais para seres humanos, de acordo com os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças.

Sintomas de Coronavírus

O vírus pode deixar as pessoas doentes, geralmente com uma doença do trato respiratório superior de leve a moderada, semelhante a um resfriado comum. Os sintomas do Coronavírus incluem coriza, tosse, dor de garganta, possivelmente dor de cabeça e talvez febre, que pode durar alguns dias.

Para aqueles com um sistema imunológico enfraquecido, idosos e muito jovens, há uma chance do vírus causar uma doença do trato respiratório mais baixa e muito mais grave, como uma pneumonia ou bronquite.

Há alguns tipos de Coronavírus humanos que são conhecidos por serem mortais.

A síndrome respiratória do Oriente Médio, também conhecida como vírus MERS, foi relatada pela primeira vez no Oriente Médio em 2012 e também causa problemas respiratórios, mas esses sintomas são muito mais graves. Três a quatro em cada 10 pacientes infectados com MERS morreram, de acordo com o CDC.

A síndrome respiratória aguda grave, também conhecida como SARS, é o outro Coronavírus que pode causar sintomas mais graves. Identificado pela primeira vez na província de Guangdong, no sul da China, de acordo com a OMS, causa problemas respiratórios, mas também pode causar diarreia, fadiga, falta de ar, dificuldade respiratória e insuficiência renal. Dependendo da idade do paciente, a taxa de mortalidade por SARS variou de 0 a 50% dos casos, sendo os idosos os mais vulneráveis.

 Atualmente, acredita-se que o Coronavírus de Wuhan seja mais leve que o SARS e o MERS e leva mais tempo para desenvolver sintomas. Até hoje, os pacientes têm uma experiência de tosse leve por uma semana, seguida de falta de ar, levando-os a visitar o hospital, explica Peter Horby, professor de doenças infecciosas emergentes e saúde global da Universidade de Oxford. Até o momento, cerca de 15% a 20% dos casos se tornaram graves, exigindo, por exemplo, ventilação no hospital.

Como você pode evitá-lo?

Não há vacina para proteger contra essa família de vírus, pelo menos ainda não. Ensaios para uma vacina MERS estão em andamento. Os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA estão trabalhando em uma vacina contra o novo vírus, mas levará meses para que os ensaios clínicos sejam iniciados e mais de um ano até que ele se torne disponível.

Você pode reduzir o risco de infecção, evitando pessoas doentes. Tente evitar tocar nos olhos, nariz e boca. Lave as mãos frequentemente com água e sabão e por pelo menos 20 segundos.

Consciência é a chave. Se você estiver doente e tiver motivos para acreditar que pode ser o Coronavírus Wuhan devido a viajar para a região ou entrar em contato com alguém que já esteve lá, informe um médico e procure tratamento precoce.

Cubra a boca e o nariz ao tossir ou espirrar e desinfete os objetos e as superfícies em que for tocar.

Se estiver viajando para a China, esteja ciente dos sintomas e evite os mercados de animais vivos, onde foi iniciado o último surto em Wuhan.

Fonte: CNN Health

Matérias Relacionadas

Tratamento de Síndrome de Down

As limitações de uma criança com síndrome de Down são...

A tosse não para?

A tosse é um reflexo natural do aparelho respiratório para eliminar...

O que você precisa saber sobre o Coronavírus

"Um novo Coronavírus chinês, primo do vírus da SARS, infectou...

Buscas Relacionadas